Área Restrita
Destaque
VEST 2016/2 - Formulário
VEST 2016/2 - EDITAL
CONHEÇA - CRD
PROMOÇÃO 01
PROMOÇÃO 02
ESPECIAL - IGC
ESPECIAL - IGC 2
ATHENAS NOTÍCIAS
NOVA PÓS-GRADUAÇÃO

Notícias

Curso de Engenharia Civil realizou a 1ª visita técnica
24/05/2016

Curso de Engenharia Civil realizou a 1ª visita técnica

De 16 a 19 de maio, o 1º período do curso de Engenharia Civil (Turmas A e B), com a supervisão do Coordenador Bruno Fonseca Ferro, realizou a 1ª visita técnica do curso. Os acadêmicos ocuparam as dependências de uma obra pública no município de Rolim de Moura (RO), com aproximadamente 380m² construídos. AS ATRIBUIÇÕES DO ENGENHEIRO CIVIL - O engenheiro civil é um profissional que atua como liberal ou como empregado, em empresas de caráter privado ou em estatais. Na atividade profissional liberal, atua como consultor, responsável técnico de projetos e de obras e perito em apoio judiciário, dentre outras funções. Pode ainda militar na área docente e ter acesso a cargos públicos, via concurso ou por indicação, dependendo do caso e da função. Esse profissional deve apresentar formação em ciências exatas, com o necessário conhecimento básico da causa científica, para que possa elaborar uma rotina de cálculo estrutural e reconhecer os limites técnicos de fórmulas empíricas e de programas para computadores, como exemplos de atividade de projeto. Deve desenvolver senso crítico e espírito de trabalho em equipe em, por exemplo, incorporação de projetos, quando normalmente é conhecido como “engenheiro de obras”. “A visita realizada teve por objetivo mostrar aos alunos temas abordados na disciplina de Introdução a Engenharia na prática. Foram abordados os temas desde a elaboração de projeto e planilha orçamentária, locação da obra, organização do canteiro de obras, métodos construtivos utilizados, tipos de materiais empregados, segurança do trabalho e patologias. Os alunos puderam visualizar a realidade da construção civil atual e com base das aulas ministradas, buscar métodos e meios para aprimorar a indústria da construção civil no Brasil.”, finalizou o Coordenador.

FSP realizou a 4° Semana Acadêmica Integrada
24/05/2016

FSP realizou a 4° Semana Acadêmica Integrada

Realizada no período de 10 a 20 maio, a 4ª edição da Semana Acadêmica e Integrada contou com a participação dos acadêmicos da FSP, coordenações, professores e comunidade externa. Diversas atividades foram realizadas com participação de todos os cursos. RAIO X DO EVENTO – Foram realizadas palestras, prestação de serviços e a da 6° Feira do Empreendedorismo, organizada pelo curso de Administração e Empresa Junior. No dia 17, participaram e deram apoio à feira as empresas RondoMed, Carmen Steffens, Fall Brands, O Boticário, Yes Cosméticos, Elias Hair, Mary Kay, SICOOB, Foto Mil Jóia, Escola de Música Rone Passos, Orion Motos, PSV (FIAT), Gipel, Drogaria Benati, Clínica Odontológica Alysson Andrade, Casa das Panelas, Lurdes Noivas, Cacoal Selva Park, Guaraná Brasil, RolimCred-Credisis, Pós-Graduação da FSP e Nissey Máquinas. Os alunos produziram e comercializaram lanches, sobremesas e bebidas, vatapá, espetinho, cachorro quente, torta, pudim e sorvete, e o evento também contou com música ao vivo durante o intervalo e vários sorteios de brindes. Dando abertura ao evento, o curso de Odontologia realizou uma palestra ministrada pelo Prof. Diogo Loureiro de Freitas, na especialidade de Buco-Maxilo-Facial com o tema“Abordagem Primária ao Paciente Politraumatizado de Face”, para os acadêmicos do 1º período de Odontologia e do 9º período de Fisioterapia. Participaram também a Coordenadora Leniéser Fajardo, e os docentes Ellen Rose de Lima dos Reis e Dr. Ricardo Cesar Nishiyama. Com continuidade nos dias 18 e 19, onde foram apresentados respectivamente as palestras da Prof.ª M.ª Ellen Rose Lima dos Reis com o tema "Câncer Bucal" e do Prof. Dr. Ricardo Cesar Nishyana com o tema "Cuidados com a Saúde Bucal" para a 1º turma de Odontologia. No dia 11, o curso de Engenharia Civil realizou a palestra com o Arquiteto & Urbanista Marcelo Vieira, com o tema “Engenharia Civil + Arquitetura”, que dissertou sobre os dois tipos de profissionais, o que é o Arquiteto & Urbanista, qual a forma de trabalho, quais são as diretrizes utilizadas para elaborações de projetos arquitetônicos e qual a interação do Engenheiro Civil no desenvolvimento dos trabalhos de um Arquiteto e vice-versa. Como informação complementar, também foi ressaltado que a interação entre as profissões é necessária para o fortalecimento dos Conselhos e das Classes. O curso de Fisioterapia realizou uma série de prestação de serviços no espaço de convivência, hall de entrada, e nos laboratórios de Cinesiologia e Cinesioterapia, envolvendo o 1°, 3°, 5°, 7° e 9° período. As atividades foram supervisionadas pela Coordenadora Kellen de P. Alexandre Valente e os docentes Thiago Torres, Kamila Diniz, Pedro Monteiro, Naykeel Felippe e Marcio Rezende. Foi realizada, também uma exposição de equipamentos e a demonstração prática da utilização dos mesmos. Os alunos do 3º período realizaram avaliação metabólica pré e pós-atividade física. Foi fornecido, ainda, atendimento com avaliação da marcha e orientações para a pisada correta, com os acadêmicos do 5º período. Os alunos do 7º período foram responsáveis pela aplicação de eletroterapia, onde foi empregado o “TENS” para obtenção de analgesia. Os acadêmicos do 9º período idealizaram a aplicação de exercícios de estabilização segmentar para coluna vertebral. Dando continuidade, no dia 12, o curso de Enfermagem participou da palestra “A Atuação do enfermeiro na unidade de terapia intensiva, com a palestrante Elisângela Xavier Andrade, que abordou os seguintes tópicos: a História da enfermagem em UTI; Equipe Multidisciplinar em leitos de UTI; Procedimentos de administração e efeito das drogas até o funcionamento e adequação de aparelhos; O papel do enfermeiro na unidade de tratamento intensivo consiste em obter a história do paciente, fazer exame físico, executar tratamento, aconselhando e ensinando a manutenção da saúde e orientando os enfermos para uma continuidade do tratamento e medida; Trabalho em equipe; Humanização; Respeito com os pacientes e seus familiares, e por fim, o enfermeiro e seu papel de liderança dentro das unidades de terapia intensiva. O curso de Educação Física iniciou os trabalhos no dia 17, através de palestra e oficina com a Prof.ª de Educação Física e Mestre em Ciências da Saúde Simone de Oliveira Santos, com o tema “Educação Psicomotora”, através dos sub tópicos: “Os elementos psicomotores, Alfabetização corpora e Métodos lúdicos de ensino.” No dia 18, foi realizada a palestra com o Prof.º Marcio Resende dos Reis, abordando o tema do Bacharelado e suas Áreas de Atuação. Finalizando as atividade do curso, foi aplicado um workshop de Zumba, ministrado pelo Prof. Pablo Rodrigues da Silva. O curso de Engenharia Ambiental promoveu uma palestra sobre “Licenciamento Ambiental (Visão Geral)”, ministrada pelo Engenheiro Agrônomo Josias Ludtke. No dia 19, o curso de Farmácia realizou palestras em prol do Dia Internacional da luta Antimanicomial, com o tema “O que mudou no atendimento à Saúde Mental”, ministrada pelo Prof. Eraldo Carlos Batista; “Assuntos regulatórios da profissão farmacêutica”, por Lincoln Ferreira de Oliveira, e “Atuação do Farmacêutico em Perícias Criminais”, por Silvério Teixeira. No dia 20, a palestra ficou por conta da Engenheira Ambiental Angela Carla Guidelli, com o tema “Vulnerabilidade à Erosão dos Solos e Seus Reflexos para a Terra Indígena KWAZÁ e seu Entorno, na cidade de Parecís/RO. Fechando os trabalhos do evento, o curso de Biomedicina realizou duas palestras com temas variados. Primeira palestra com o Prof.º Silvério Teixeira com o tema “O Papel do Biomédico no Instituto de Perícia Criminal” e por fim, com a participação do egresso da FSP e Biomédico Bruno Rafael da Silva, com o tema “A atuação do Biomédico”. “As palestras contaram com a presença do Mantenedor do Athenas Grupo Educacional, Dr. Hildon Chaves, que se apresentou para os acadêmicos e exibiu a história do Grupo Athenas, abrilhantando ainda mais o nosso evento. Quero, em nome da FSP agradecer por todo o volume de trabalho produzido durante toda essa semana, pelas parcerias firmadas com a confiança do empresariado de Rolim de Moura e pelo esforço conjunto de todos os colabores e alunos, tornando a nossa 4ª semana uma realidade. Foi uma semana excelente, que com certeza, já entrou para a história da nossa faculdade.”, encerrou o Diretor da FSP, Paulo Jacob Strieder.

Curso de Administração promoveu a 6ª Feira do Empreendedorismo na Semana Acadêmica
18/05/2016

Curso de Administração promoveu a 6ª Feira do Empreendedorismo na Semana Acadêmica

O curso de Administração, através dos trabalhos dos acadêmicos e professores, promoveram a sexta edição da Feira de Empreendedorismo, durante a Semana Acadêmica Integrada da Faculdade São Paulo (FSP). Estiveram supervisionando as atividades, durante o dia 17 de maio, o Coordenador do curso de Administração, Fabricio Alonso Favarin e a Coordenadora da Empresa Júnior, Maria Antônia Benati. Participaram e deram apoio à feira as empresas RondoMed, Carmen Steffens, Fall Brands, O Boticário, Yes Cosméticos, Elias Hair, Mary Kay, SICOOB, Foto Mil Jóia, Escola de Música Rone Passos, Orion Motos, PSV (FIAT), Gipel, Drogaria Benati, Clínica Odontológica Alysson Andrade, Casa das Panelas, Lurdes Noivas, Cacoal Selva Park, Guaraná Brasil, RolimCred-Credisis, Pós-Graduação da FSP e Nissey Máquinas. “O evento acontece anualmente, e neste ano, contou com o maior número de empresas parceiras que expuseram seus produtos e demonstraram seus serviços. Os alunos produziram e comercializaram lanches, sobremesas e bebidas, vatapá, espetinho, cachorro quente, torta, pudim, sorvete e bebidas, além de música ao vivo durante o intervalo e vários sorteios de brindes. A imprensa local cobriu o evento que já faz parte do calendário acadêmico anual da Faculdade São Paulo. Os alunos do 7º ficaram com a organização de espaços, convites às empresas e organização da estrutura da feira. Eu elogio com todas as honras os alunos, estou orgulho pelo trabalho desenvolvido em equipe e o crescimento do evento em relação às feiras anteriores. Estamos formando aqui excelentes administradores de tempo, recursos e criatividade, valores esses convertidos em mais uma excelente freira.”, finalizou Favarin.

Curso de Farmácia participou de palestras sobre Novas Diretrizes Curriculares
18/05/2016

Curso de Farmácia participou de palestras sobre Novas Diretrizes Curriculares

O Curso de Farmácia da Faculdade São Paulo (FSP) participou no último dia 14, através da presença da Coordenadora Marieli da Silva Carlotto, de palestras sobre as Novas Diretrizes Curriculares. Estiveram presentes também os representantes dos CFF e CRF do estado de Rondônia e os Coordenadores do curso de Farmácia. As atividades foram realizadas no município de Ariquemes (RO). Os trabalhos foram ministrados pela Prof.ª Dr.ª Zilamar Fernandes, Assessora do CFF junto ao Ministério da Educação (MEC), mediante a atualização diante da nova proposta de alteração da Diretriz Curricular Nacional. “A palestra foi voltada para coordenadores e docentes dos cursos de Farmácia do estado de Rondônia, com o objetivo de reunir educadores e coordenadores na área de Farmácia a fim de estudar a proposta de nova DCN do curso que deverá ser publicada em breve. Cabe ressaltar que a proposta contou com a colaboração de todos e inclusive em Rondônia dois fóruns estaduais aconteceram em 2015. Da reunião dessas propostas estaduais é que houve a compilação em um documento nacional formalizado ao Ministério da Educação pelo Conselho Federal de Farmácia junto com a Associação Brasileira de Educação Farmacêutica. A coordenação de Farmácia se fez presente ao encontro em Ariquemes, e acreditamos que a nova proposta propiciará ainda mais respeito a profissão. Algumas mudanças deverão acontecer nos cursos de todo o país a partir de 2017, mas com certeza, virão para solidificar e engrandecer a profissão. Ressalto ainda como é gratificante representar a ABEF no estado de Rondônia e sentir-se parte do processo que representa um amadurecimento da profissão no Brasil como nunca antes se viu.”, finalizou a Coordenadora Carlotto.

FSP participou de ação voltada para o Dia Mundial pela Luta Antimanicomial
18/05/2016

FSP participou de ação voltada para o Dia Mundial pela Luta Antimanicomial

No último dia 17 de maio (terça-feira), acadêmicos do curso de Farmácia, Enfermagem e Educação Física e acadêmicos do Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde Mental (GEPSAM), além da Equipe CAPS de Rolim de Moura e usuários do serviço estiveram envolvidos em uma atividade especial do Centro de Atenção Psicossocial de Rolim de Moura (RO). SOBRE O DIA - O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à idéia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, idéia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos. Por esta razão o Movimento tem como meta a substituição progressiva dos hospitais psiquiátricos tradicionais por serviços abertos de tratamento e formas de atenção dignas e diversificadas de modo a atender às diferentes formas e momentos em que o sofrimento mental surge e se manifesta. Esta substituição implica na implantação de uma ampla rede de atenção em saúde mental que deve ser aberta e competente para oferecer atendimento aos problemas de saúde mental da população de todas as faixas etárias e apoio às famílias, promovendo autonomia, descronificação e desinstitucionalização. Além dos serviços de saúde, esta rede de atenção deve se articular a serviços das áreas de ação social, cidadania, cultura, educação, trabalho e renda, etc., além de incluir as ações e recursos diversos da sociedade. O Movimento da Luta Antimanicomial teve seu início marcado em 1987, em continuidade a ações de luta política na área da saúde pública no Brasil por parte de profissionais de saúde que contribuíram na própria constituição do SUS. Naquele ano a discussão sobre a possibilidade de uma intervenção social para o problema da saúde mental, especificamente, dos absurdos que aconteciam nos manicômios ganhou relevância, permitindo o surgimento específico deste movimento. Desde então a participação paritária de usuários de serviços e seus familiares se tornou característica deste movimento. Em 1987 estabeleceu-se o lema do movimento: "Por uma sociedade sem manicômios", e o 18 de maio foi definido como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, data comemorada desde então em todo o país. O Movimento da Luta Antimanicomial, embora não tenha se instituído formalmente como pessoa jurídica conquistou na área da saúde um caráter de forte representatividade e legitimidade, o que se confirma pelo fato de ter obtido três cadeiras na Comissão Intersetorial de Saúde Mental do Conselho Nacional de Saúde, sendo uma para um representante dos usuários, uma para os familiares e uma para um representante do movimento independente da categoria. Outra conquista importante foi a aprovação, em 2001, da Lei 10.216, de autoria do então deputado Paulo Delgado, após 12 anos de discussões e resistência dos setores mais retrógrados. Esta lei preconiza a reestruturação da atenção em saúde mental, defende os direitos das pessoas que necessitam de tratamento e propõe a criação de serviços que ofereçam este tratamento sem que isto signifique exclusão da vida social ou perda dos diretos e do lugar de cidadão. Como resultados temos hoje várias portarias regulamentam a criação de serviços diversos que, em seu conjunto e desde que implantadas de modo efetivo e suficiente, garantem a atenção necessária e a inclusão social das pessoas com transtornos mentais. Dessa forma, a Reforma Psiquiátrica tem avançado no Brasil: segundo o Relatório "Reforma psiquiátrica e política de saúde mental no Brasil" (MS, 2005), o número de leitos reduziu de 75.514 em 1996 para 42.076 em 2005. Ao passo que o número de CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) aumentou de 92 em 1996 para 689 em 2005. No entanto, mesmo sendo uma política reconhecida pelo governo brasileiro, pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), há setores conservadores que defendem o retorno dos hospitais psiquiátricos. Diante deste contexto, o Movimento da Luta Antimanicomial tem a necessidade de se reunir para definir seus objetivos e suas estratégias de ação no sentido de afirmar e lutar pelo avanço da Reforma Psiquiátrica no Brasil. O Movimento da Luta Antimanicomial caracteriza-se pelo seu caráter democrático, contando com a participação ativa e efetiva dos usuários de serviços de saúde mental, seus familiares, profissionais, estudantes e quaisquer interessados em defender uma postura de respeito aos diferentes modos de ser e a transformação da relação cultural da sociedade com as pessoas que sofrem por transtornos mentais. “O evento alusivo a data 18 de maio visou congregar o maior número possível de usuários do CAPS de Rolim de Moura em prol da Luta Antimanicomial. Aconteceram orientações e palestras sobre a data por parte dos funcionários da própria unidade, com objetivo de enfatizar o modelo atual de tratamentos e terapias em saúde mental, que desde a reforma psiquiátrica se opõe a internação em manicômios. Além disso, pela solicitação da própria equipe multiprofissional, acadêmicos da FSP por meio de parceria com a SEMUSA (Secretaria Municipal de Saúde), realizaram a prestação de outros serviços. Acadêmicos e estagiários de Farmácia realizaram atividades de Glicemia Capilar, Tipagem Sanguínea, Aferição de Pressão arterial, atendimento farmacológico com orientações e distribuição de sabonetes em sachês oriundos dos estágios em manipulação aos usuários do serviço. A Enfermagem realizou testes rápidos de Sífilis, HVI e Hepatites B e C. O curso de Educação Física cuidou de atividades como Circuito com obstáculos, Jogo da Velha Humano, Quem sabe soma, Bola no Cone, Ginástica Labora, Acerta o Alvo e Sempre cabe mais um. O GEPSAM expôs cartazes contando a trajetória da Saúde Mental ao longo dos anos. Além disso, houve música e canto para descontração de todos. Em nome da equipe do CAPS, e do curso de Farmácia da FSP eu agradeço a todos que colaboraram e a acolhida da equipe de Saúde Mental aos alunos da FSP.”, encerrou a Coordenadora Marieli da Silva Carlotto. Fonte: Associação de Volta para Casa

13/05/2016

Turma de Engenharia Civil realizou o Teste do Picolé

Com início no último dia 12 de maio (ontem), o Coordenador do curso de Engenharia Civil da Faculdade São Paulo (FSP) Bruno Fonseca Ferro, e o Prof. Gilson Caliani, realizaram o famigerado Teste do Picolé. O projeto, inspirado por um Prof.º de Engenharia de uma faculdade do Paraná, se consiste em deixar um freezer localizado nos corredores da faculdade, no interior do objeto estão picolés associados a um valor fixo de R$ 2,00. A sacada da ideia é que não há a existência de vendedores. “Devido a atual situação social Brasileira, onde em todas as esferas políticas, social e econômica, falam-se em caráter, honestidade e ética de nossos representantes, porém esses valores são mais abrangentes quanto parecem ser, o que nos remeteu em aplicar este teste em nossa instituição, mostrando que todos esses valores poderão ser demonstrados por esse projeto e por cada usuário do serviço.”, explicou Gilson. De acordo com o Coordenador Bruno, para o levantamento dos dados serão levados em consideração certos quesitos. “Para melhor avaliação dos trabalhos avaliaremos os seguintes tópicos: Aquisição e Armazenamento dos produtos; Levantamento de quantitativos Inicial e Final, e por fim, a Divulgação dos Resultados final de cada remessa em painel. Com esses quantitativos será verificado se o projeto se estenderá a uma segunda ou terceira remessa. O teste do picolé tem por objetivo fazer com que o usuário do serviço tenha uma introspecção sobre seu caráter, honestidade e ética.”, finalizou Ferro.

10/05/2016

Acadêmicos da FSP participaram de ação social em prol do Dia das Mães

Realizada na Comunidade São Vicente de Paulo, a ação social “Mães e Filhos” em prol do Dias das Mães aconteceu no último dia 07 de maio, das 13h às 17h, e contou com a participação da Coordenadora de Odontologia, Leniéser Fajardo; Coordenador de Educação Física, Gildo Ramos; Coordenadora de Fisioterapia, Kellen Valente; Professores Alysson Andrade, João Jacques Coelho, Henrique Ramos da Rocha, Giovana Rodrigues, Paula Caroline Holz, Marcio dos Reis Rezende, além das turmas de Odontologia, Engenharia Ambiental, Educação Física, (1° e 3° período) Biomedicina (5° período), Fisioterapia (1°, 3°, 5°, 7° e 9° período). AS ATIVIDADES REALIZADAS – Odontologia: realizaram a entrega de flúor para bochecho e explicações de como usar e a importância no dia a dia para a proteção dos dentes, foram entregues 150 frascos para as mães e filhos, sob supervisão do professor Alysson Andrade e da Coordenadora Leniéser Fajardo. Educação Física: Atividades de Futsal envolvendo adolescentes de 08 a 10 anos e de 11 a 14 anos; Voleibol em duplas: envolvendo grupos de adolescentes de 14 a 16 anos e grupos de homens e mulheres. Futebol Suíço: envolvendo adolescentes de 08 a 10 anos e de 11 a 14 anos; BETS: realizado em duplas de várias faixas etárias; Recreação: atividades recreativas e lazer envolvendo faixas etárias diversas heterogêneas; Pintura fácil e Dança: acompanhados pelos professores João Jacques, Henrique Ramos e Coordenador Gildo Ramos. Engenharia Ambiental: confecção de brinquedos reciclados como Vai e Vem, Telefone, e Vassouras, todos utilizando como matéria prima as garrafas PET. Os alunos criaram e ensinaram a confeccionar. Fisioterapia: realizaram atendimentos para o grupo de mulheres participantes. Os acadêmicos do 1º período executaram Aferição de Pressão Arterial, juntamente com a Relação Cintura/Quadril para identificação de possíveis riscos de doenças cardiovasculares. Quanto aos acadêmicos do 3º período realizaram atendimentos no âmbito dermatofuncional, com drenagem linfática. Foi fornecido ainda, atendimento com avaliação postural perante teste de encurtamento muscular, com os acadêmicos do 5º período. Os alunos do 7º período foram responsáveis pela aplicação de eletroterapia, onde foi empregado o TENS para obtenção de analgesia nas lombalgias. Os alunos do 9º período idealizaram a aplicação de exercícios de estabilização segmentar para coluna vertebral. Biomedicina: A Prof.ª Giovana Rodrigues acompanhou os acadêmicos do 5° período na realização de testes de Tipagem Sanguínea, que busca identificar o tipo sanguíneo e o fator Rhd do paciente, exame extremamente importante para procedimentos pré-transfusionais e pré-operatórios, com cerca de 40 pacientes atendidos. O Diretor da FSP, Paulo Jacob Strieder, elogiou as ações realizadas por todos os acadêmicos, professores e coordenadores. “A FSP, através dessas atividades, reafirma cada vez mais o compromisso de estar cada vez mais próxima da comunidade. Em nome da nossa faculdade eu agradeço o convite da comunidade e enalteço o trabalho de todos os envolvidos.”, finalizou Strieder.